Mundo da Keka || Experimentos
Menu
Velocidade de Reações e Catálise

VELOCIDADE DE REAÇÕES E CATÁLISE

Fundamentos Teóricos

A velocidade de uma reação química depende de numerosos fatores como, por exemplo, das concentrações dos reagentes, da temperatura, de catalisadores etc. Um catalisador pode aumentar notavelmente a velocidade de uma reação química sem que ele próprio se altere quimicamente. Os catalisadores apresentam grande importância na indústria química, possibilitando ou acelerando reações, que sem sua presença, por tão lentas, não seriam utilizáveis na prática. São mais importantes ainda em reações bioquímicas; sem catalisadores as reações essenciais para o metabolismo ocorreriam tão vagarosamente que o mundo como nós conhecemos não existiria. O presente experimento, muito simples, permite exemplificar esses conceitos de forma visual e estética, observando-se a formação de espuma em grande quantidade, que pode ser colorida com a adição de anilinas. A espuma é um tipo de colóide em que um gás se encontra disperso em um líquido, isto é, tem-se um grande número de bolhas de gás espalhadas em uma superfície líquida com uma fina película de líquido separando as bolhas de gás entre si. A formação da espuma pode ser facilitada pela presença de detergentes, que à semelhança dos sabões facilitam a formação de colóides do tipo da espuma. Vamos observar nesta experiência, uma grande quantidade de espuma formada, devido à adição de um catalisador na reação de decomposição da água oxigenada segundo a equação:

Essa é uma reação cuja velocidade é grandemente acelerada por catalisadores, por exemplo, o iodeto de potássio, através o íon iodeto. Os íons iodeto agem da seguinte maneira:

Material Necessário

- Provetas
- Espátula
- Peróxido de hidrogênio (água oxigenada)
- Iodeto de potássio
- Detergente líquido comum
- Anilina de diferentes cores

Procedimento:

1) Coloque em cada proveta a mesma quantidade de uma mistura de água oxigenada e detergente.
2) Adicione a cada proveta gotas de anilina de diferentes cores.
3) Adicione então, com a espátula, um pouco de iodeto de potássio a cada uma das provetas.
4) Observe o que vai acontecer!

Observação: Esse experimento embora extremamente simples, se bem apresentado, resulta num efeito muito interessante. Ele é apropriado para um show de Química ou uma feira de ciências.

Foi sugerido e escrito pelos alunos de pós-graduação em Química do Instituto de Química de São Carlos, da Universidade de São Paulo (USP), Agnaldo Arroio e Kathia Maria Honório agnaldo@iqsc.usp.br, kathia@iqsc.usp.br e realizado numa sessão de experimentos demonstrativos como parte das atividades da Semana de Recepção dos Calouros de 2003 do Instituto de Química de São Carlos - USP.

Fonte: © Editora Moderna

© 2005 2015 Mundo da Keka · - Todos os direitos reservados

Copyright © Henrique O. Negócios Digitais