Menu
Quinolina

C9H7N

Quinolina é o composto aromático com dois anéis hexagonais fundidos, em que um carbono na posição 1 é substituído por um nitrogênio. Também chamado de 1-aza-naftaleno. É uma substância utilizada para a produção de medicamentos contra a malária e também é a molécula de defesa química do bicho-pau.


Quinolina

Bicho-pau é o nome dado aos insetos da ordem Phasmatodea que são semelhantes a um pedaço de madeira ou graveto. Nas cidades, pode ser encontrado em goiabeiras. Tem um ótimo disfarce contra predadores. Ele possui uma das adaptações mais fascinantes do reino animal, a camuflagem. É um animal que pode passar horas paralisado em um galho de árvore, sem que seja notado.


Quinolina

Figura 1. Bicho-Pau macho (2).

É um inseto totalmente inofensivo, herbívoro e de movimentos lentos. Ele anda devagar e se balançando, simulando um galho (ou folha) acariciado pelo vento, vale-se desta curiosa estratégia para se defender, principalmente de aves. Se não bastasse sua camuflagem, algumas espécies de bichos-pau ainda eliminam um fluído leitoso e repugnante, a quinolina. Ele s possuem uma glândula atrás da cabeça que elimina essa substânica contra sapos, aranhas, baratas e formigas. Alguns têm também o poder de regenerar membros perdidos.. Quando adulto, os machos diferenciam-se das fêmeas por serem menores, mais finos e possuírem pequenas asas que lhe permitem realizar pequenos voos. Sua reprodução pode ser sexuada ou assexuada (partenogênese).

Fonte:

Fonte 1 - Imagem Quinolina
http://pt.wikipedia.org/wiki/Quinolina
acessado em 17/08/11

Fonte 2 - Imagem Bicho-Pau
http://pt.treknature.com/gallery/photo158353.htm
acessado em 17/08/11

Fonte 3 - Bicho-Pau
http://www.zoologico.sp.gov.br/animaisdozoo/bicho_pau.htm
acessado em 17/08/11

WOLLHARDT, K. Peter C e SCHORE, Neil E. Química Orgânica: estrutura e função. 4ed. Porto Alegre: Bookman, 2004. Pág. 965 e 966