Menu
Cianocrilato de Metila


C5H5NO2

Essa molécula foi inventada acidentalmente em 1949, pelo químico Harry Coover, nos laboratórios da Kodak. Coover estava tentando sintetizar plásticos transparentes para o reparo de armas de precisão, e notou que cianoacrilatos grudavam em tudo o que tocavam. Em 1951, Coover se deu conta do potencial dos cianoacrilatos como adesivos. Atualmente, a indústria das super colas (como a Super Bonder®) movimenta US$ 400 milhões/ano e é usada em muitos setores das indústrias químicas e de engenharia.


Cianocrilato de Metila

Pertence ao grupo funcional éster. É solúvel em acetona, mesmo após a cura, permitindo separação de objetos colados acidentalmente. Possui resistência mecânica semelhante ao acrílico.

Este tipo de cola foi usado na segunda guerra mundial pra estancar ferimentos, gerando risco, pois foi descoberto depois que a cola pode causar necrose do tecido conjuntivo, não devendo ser usada em tecido vivo. Pode ser necessário até procedimento cirúrgico para remoção da necrose, causada pelo ferimento interno.


Cianocrilato de Metila

Figura 1. Exemplos de colas com cianocrilato

Fonte:

1.Imagem Molécula
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cianoacrilato_de_metila
acessado em 03/11/2014

2.Figura
http://worlderlenmeyer.blogspot.com.br/2013/05/agente-especial-cianoacrilato-alias.html
acessado em 03/11/2014

Informações Técnicas
http://qnint.sbq.org.br/ acessado em 3/11/2014