Menu

Riboflavina - C17H20N4O6

Conhecida por vitamina B2, é um composto orgânico (flavina) da classe das vitaminas. É uma molécula fotossensível, degradando-se na presença de luz. No organismo humano, favorece o metabolismo das gorduras, açúcares e proteínas e é importante para a saúde dos olhos, pele, boca e cabelos.


A riboflavina foi descoberta por Wynter Blyth no final do século XVIII enquanto fazia a análise dos componentes do leite de vaca, tendo denominado então este composto como "lactocromo". Outros nomes foram empregues para descrever a riboflavina, como lactoflavina ou ovoflavina, dependendo do material de onde havia sido isolada. Também foram empregues as designações hepatoflavina, verdoflavina e uroflavina, além de vitamina G. O nome atual refere-se principalmente à cor amarela do grupo flavínico (do latim flavus, que significa "amarelo").


As principais fonte de Vitamina B2 são: leite e os seus derivados, queijo, carne, ovos, vegetais de folhas verdes, cogumelos e grãos de cereais.

Figura 1. Alimentos ricos em Vitamina B2.

A deficiência em riboflavina provoca rachaduras nos cantos da boca e nariz, estomatite, coceira e ardor nos olhos, inflamações das gengivas com sangramento, língua arroxeada, pele seca, depressão, catarata, letargia e histeria.

Fonte:
Imagem Molécula
https://pt.wikipedia.org/wiki/Riboflavina acessado em 27/02/16
Figura 1
http://pt.depositphotos.com/30532779/stock-photo-products-which-contain-vitamin-b2.html acessado em 27/02/16