Menu
Ácido Fólico


C19H19N7O6

Quem já viu nas embalagens de alimentos o termo ENRIQUECIDO COM ÀCIDO FÓLICO? Essa Molécula ficou tão conhecida, mas poucas pessoas sabem realmente o que é.


C19H19N7O6

Também chamada de folacina ou ácido pteroil-L-glutâmico, vitamina B9 ou vitamina M, é uma vitamina hidrossolúvel pertencente ao complexo B necessária para a formação de proteínas estruturais e hemoglobina.

É encontrada em vísceras de animais, verduras de folha verde, legumes, frutos secos, grãos integrais e levedura de cerveja. Se perde nos alimentos conservados em temperatura ambiente e durante o cozimento.

Se a mulher tem ácido fólico suficiente durante a gravidez, essa vitamina pode prevenir defeitos de nascença no cérebro e na coluna vertebral do bebê, como a espinha bífida, pois o ácido fólico participa na formação do tubo neural no feto.

Hipovitaminose: anemias, anorexia, apatia, distúrbios digestivos, cansaço, dores de cabeça, problemas de crescimento, insônia, dificuldade de memorização, aflição das pernas e fraqueza.

Hipervitaminose: euforia, excitação e hiperatividade.

No Brasil, as farinhas de trigo e milho, além de alguns produtos como biscoitos e massas, já estão recebendo o adicionamento de 150 µg de ácido fólico, desde junho de 2004, após aprovação da Resolução RDC 344 de 13/12/2002 da ANVISA., para diminuir a ocorrência de anemia principalmente em crianças.

Fonte:

Fonte 1
http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81cido_f%C3%B3lico
acessado em 23/02/2012

Fonte 2
http://www.institutoagora.org.br/node/4853
acessado em 23/02/2012

Fonte 3
http://www.gabriel.org.br/defeitosdotuboneural.html
acessado em 23/02/2012