Menu
Bisfenol-A

C15H16O2

Substância orgânica também chamada de 4-dihidroxi-2,2-difenilpropano, o Bisfenol A ou BPA é um difenol, utilizado na produção de um tipo de policarbonato ( plástico).


Bisfenol-A

Foi descoberta pelo russo A.P. Dianin em 1891. É preparado pela condensação da acetona (daí o sufixo A no final do nome), com dois equivalentes de fenol. A reação é catalisada por um ácido, como o ácido clorídrico (HCl).

É proibida em países como Canadá, Dinamarca e Costa Rica, bem como em alguns Estados norte-americanos, mas no Brasil ela é utilizada na produção de garrafas plásticas, mamadeiras e copos para bebês e produtos de plástico variados.

Desde a década de 1930 suspeita-se que seja prejudicial à saúde humana (estudos sobre estrogenicidade). Organismos reguladores, como o FDA (Food and Drug Administration - EUA) e a ANVISA (Agência de Vigilância Sanitária - Brasil), determinaram níveis seguros para seres humanos, mas estes níveis são atualmente questionados ou revistos como resultado de novos estudos científicos, pois em 2010 um estudo do FDA levantou preocupações quanto à exposição de fetos, bebês e crianças pequenas.

Fonte:

Fonte 1 - Bisfenol-A
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bisfenol_A
acessado em 27/04/11

Fonte 2 - Polímeros Conjugados
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46135/tde-28032008-082754/pt-br.php
acessado em 27/04/11

GONÇALVES, Camila dos Santos. Síntese, caracterização e aplicação de polímeros conjugados derivados de ferroceno e de bisfenol-A. Tese de Doutorado no Instituto de Química da Universidade de São Paulo, 2008.