Menu
Rosa do Deserto


Ca(SO4)•2H2O

Rosa do Deserto

A rosa do deserto é uma formação mineral chamada de gipsita. É o resultado da acumulação de partículas de gesso (sulfato de cálcio) na areia. Isto acontece graças ao processo de evaporação da água das chuvas e erosão causada pelo vento (figura 1).


Rosa do Deserto

Figura 1. Mineral Rosa do Deserto (1)

A gipsita apresenta geralmente coloração branca a incolor, podendo ser em tons castanhos pela presença do ferro. Outras características são: sistema cristalino monoclínico, brilho nacarado, tato untoso (ou fibroso), clivagem perfeita e a dureza baixa (2,0). É o sulfato mais comum na crosta terrestre, ocorrendo em evaporitos ou na forma de camadas interestratificada de folhelhos, calcário e argila, podendo também ser encontrado em meteoritos.

Através de aquecimento (ou calcinação) a gipsita perde sua água de cristalizada, podendo ser transformada em sulfato de cálcio, ou simplesmente gesso. É usada principalmente na fabricação de cimento, como também na fabricação de ácido sulfúrico, giz, vidros, esmaltes, gesso e na produção de cerveja. Usada também como molde para fundição, desidratante, aglutinante e corretivo de solo (correção de pH).

Fonte:

1.Imagem Mineral Rosa do Deserto
http://rosadodesertotealounge.blogspot.com.br
acessado em 22/05/2013

2.Mineralogia da Gipsita
http://www.rc.unesp.br/museudpm/banco/sulfatos/gipsita.html
acessado em 22/05/2013

DANA, James D. Manual de mineralogia. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1978.