Menu
Cafeína

C8H10O2N4

A cafeína, quimicamente conhecida por 1,3,7-trimetilxantina (molécula orgânica cíclica que apresenta os grupos amina e amida), é o ingrediente ativo do café, mas pode estar presente em muitas comidas e bebidas. Essa substância é capaz de estimular o sistema nervoso, produzindo certo estado de alerta de curta duração.Além do café, a cafeína também é encontrada em outras bebidas, em proporções menores, tais como naquelas bebidas contendo cacau, cola, chocolate, além do chá e de alguns remédios do tipo analgésico ou contra gripes. Devido à diversidade de produtos que contém cafeína, presente em mais de 60 espécies de plantas do mundo, ela é, seguramente, a droga psicoativa mais popular no mundo.


Zingibereno

De todos os estudos publicados até agora sobre a cafeína, não se pode extrair de forma incontestável, dados que comprovem que essa substância apresenta perigos ao organismo. Ao lado de muitas recomendações médicas, técnicas e científicas na direção de se evitar consumir a cafeína em excesso, a substância pode até atuar de forma terapêutica e ser consumida com a devida prescrição médica.

Níveis de cafeína por volume
Café Expresso (2 xícaras) 250 a 330 mg
Café descafeinado 1 - 5 mg
Café solúvel 30 - 120 mg
Chá instantâneo 25 - 50 mg
Chocolate 2 - 20 mg
Coca Cola 45 mg
Pepsi Cola 40 mg
Refrigerantes diversos 2 - 20 mg
Medicamentos analgésicos 30 - 200 mg

Em estudos recentes, a cafeína tem sido “testada” como um indicador de qualidade da água. Não deixe de conferir as informações no artigo: Onde há cafeína, há esgoto!