Menu
Ácido p-amino benzóico

C7H7NO2

Na década de 1920, na alta sociedade era chique ter a pele muito branca, pois indicava posição de destaque. Os trabalhadores que passavam muito tempo ao sol tinham a pele escura; os aristocratas, que viviam à sombra, tinham a pele branco-leite.


Ácido p-amino benzóico

Mas os tempos são outros e ter a pele bronzeada hoje significa ser saudável. Contudo, com a destruição da Camada de Ozônio, os raios solares, em especial as radiações ultravioletas, tornaram-se perigosos à nossa saúde.

A radiação solar é distribuída em comprimentos de onda que vão do infravermelho até os raios ultravioletas. Os raios do tipo C, por exemplo, são totalmente absorvidos pela atmosfera da Terra. Já os do tipo UVA não são absorvidos e incidem direto sobre a superfície terrestre durante todo o dia, causando manchas, flacidez e rugas. Quanto aos UVB, são filtrados pela camada de ozônio que envolve o planeta e, quando excessivos, são os responsáveis pelas queimaduras e câncer de pele.

No caso de superexpoição ao sol, ocorrem mudanças no DNA. Algumas vezes, a pele consegue se regenerar, mas, com o excesso de exposição, essa capacidade de regeneração pode cessar e se formar o câncer de pele. Por isso são importantes os filtros solares, que ajudam a bloquear as radiações UV. A todo momento, aparecem novidades no mercado, mas um dos agentes de proteção mais antigos é o ácido p-amino benzóico (PABA), que apresenta as funções orgânicas amina e ácido carboxílico.

Mas muitas pessoas apresentaram quadros alérgicos a essa substância, que também mancha tecidos de algodão e sintéticos. Por isso, hoje muitos filtros tem no rótulo: "não contém PABA" ou "PABA free".

O fator de proteção solar (FPS) é resultado de uma divisão. Os cientistas dividem a energia de raios ultravioletas B (UVB) necessária para produzir vermelhidão sobre uma pele protegida pela energia ultravioleta necessária para produzir vermelhidão numa pele não protegida. A partir desse resultado, surgem os números impressos nos rótulos dos produtos. Ele indica o grau de proteção da pele. Um FPS 15 mostra que você está 15 vezes mais protegida contra os raios UVB do que se não estivesse usando nada.