Menu
Óxido Arsenioso

As2O3


Óxido Arsenioso

Também chamado de trióxido de arsênio, anidrido arsenioso ou arsênico, esta molécula pertence à função óxido. Na fórmula estrutural, apresenta ligações covelentes simples e duplas. O famoso arsênico que conhecemos em filmes de assassinato, também é conhecido como arsênico branco, devido logicamente, a sua cor. Durante a idade média, em que a administração de venenos era considerado um "esporte de reis", este foi largamente utilizado (quem nunca assistiu uma cena de algum filme em que algum elegante personagem deixava cair do seu anel com abertura secreta, um pouco de um pó branco em uma taça de vinho?).

Deste dado se deduz que ele foi envenenado, sem que em sua época, ninguém suspeitasse do método, que foi, adicionando pequenas quantidades de arsênico (As2O3) em suas comidas durante vários meses até que se chegou a dose mortal acumulada em seu organismo, padecendo sintomas de uma enfermidade maligna progressiva. No comércio é muito empregado na fabricação de inseticidas e produtos destinados à exterminação de ervas daninhas e ratos.

O arsê nio inorgânico é receitado contra anemia, reumatismo, etc., e seus compostos orgânicos contra a sífilis e a doença do sono. Ainda que o arsênio se associe com a morte, é um elemento químico essencial para a vida e sua deficiência pode gerar diversas complicações. A ingestão diária de 12 a 15 µg pode obter-se sem problemas com a dieta diária de carnes, pescados, vegetais e cereais, sendo os peixes e crustáceos os alimentos mais ricos em arsênio, apresentando-o geralmente na forma de arsenobetaína, menos tóxica que o o arsênio inorgânico

Fonte:

http://cerhr.niehs.nih.gov/chemicals/arcenic/arsenic.html

http://www.alanwood.net/pesticides/arsenous%20oxide.html

http://feiradeciencias.com/fc1/curiosidade4.htm

http://www.tabelaperiodica.hpg.com.br/as.htm