Menu
Colesterol

C27H46O

O colesterol é um sólido cristalino, branco, insípido e inodoro. É classificado como um álcool, pois apresenta o grupo funcional OH.


Colesterol

É produzido no fígado, a partir da ingestão de gorduras saturadas. Desempenha papel essencial no metabolismo, é precursor de vários hormônios, é usado na produção de membrana celular e constitui ponto de partida para a produção de compostos biliares e vitamina D. Este composto é insolúvel em água e, consequentemente, insolúvel no sangue.

Para ser transportado na corrente sanguínea o colesterol liga-se com algumas proteínas e outros lipídeos, em um complexo chamado Lipoproteína. Existem vários tipos de lipoproteínas, e estas podem ser classificadas de diversas maneiras. O modo pelo qual os bioquímicos geralmente as classificam é baseado em sua densidade, medida em um densiômetro.

Entre estas, estão as "Low-Density Lipoproteins", ou LDL, que é a classe maléfica ao ser humano: são capazes de transportar o colesterol do sítio de síntese, o fígado, até as células de vários outros tecidos. Uma outra classe de liroproteínas, as "High Density Lipoproteins", ou HDL, podem transportar o excesso de colesterol dos tecidos de volta para o fígado, onde é utilizado para a síntese do ácido biliar. As LDL, quando em excesso, é que são responsáveis pelos depósitos arteriosclerósicos nos vasos sanguíneos. As HDL, entretanto, podem ajudar para retardar o processo de formação da arteriosclerose. A imprensa, muitas vezes, se refere ao "bom" e ao mau" colesterol. Entretanto, existe somente um colesterol. Várias são as formas, porém, em que este pode ser transportado, no sistema circulatório. Veja abaixo os valores de referência.

Valores para Adultos em mg/dL

Desejáveis
Limítrofes
Colesterol Total
Abaixo 200
200-239
LDL
Abaixo de 130
130-159
HDL
Acima de 35
-

A arterosclerose, provocada pelo LDL, é um depósito grumoso nas paredes lisas das artérias. Esses depósitos são um acúmulo de lipídeos, principalmente colesterol e carboidratos complexos, que tornam-se endurecidos à medida que íons de cálcio se acumulam neles, vindos do plasma sanguíneo circulante. Conforme o depósito endurece, bloqueia o fluxo sanguíneo oxigenado para o miocárdio e pode levar à deficiência cardíaca isquêmica (deficiência de oxigênio). Existe alguma evidência de que as gorduras insaturadas aumentam menos o nível de colesterol do que as saturadas.

Algumas definições:

Gordura Insaturada: Os ácidos graxos insaturados são as gorduras mais saudáveis que existem. Eles podem ser divididos em monoinsaturados - ômega-9, cujas maiores fontes são o azeite de oliva, o óleo de canola e o abacate e oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas) e poliinsaturados - ômega 3, presente principalmente nos peixes de água frias, e o ômega 6, encontrado nos óleos vegetais, com exceção dos de coco, cacau e palma (dendê).

Gordura saturada: considerados, ao lado da gordura trans, os mais prejudiciais à saúde. As maiores fontes desse nutriente são os alimentos com gordura animal (como carne, leite e manteiga). Os únicos vegetais que possuem esse nutriente são os óleos de palmeira e de coco.

Gordura Trans: também conhecida como ácidos graxo trans, são produzidos durante o processo de hidrogenação dos óleos vegetais na fabricação de margarinas. Nesse processo ocorre uma alteração da configuração da molécula, ficando esta semelhante à gordura saturada. Pela semelhança estrutural com a gordura saturada, a gordura trans também provoca elevação da colesterol sanguíneo, com uma desvantagem maior de elevar o LDL-c (“mau colesterol”) e reduzir o HDL-c (“bom colesterol”). Fontes importantes de gordura trans são: óleos e gorduras hidrogenadas, e shortenings, estes definidos como gorduras industriais presentes em sorvetes, chocolates, pães recheados, molhos para salada, maionese, cremes para sobremesas e óleos para fritura industrial.

Ácidos Graxos: São os principais componentes das gorduras (lipídeos). Quando digeridas, as gorduras fornecem ao organismo energia e ácidos graxos. Estes podem ser do tipo monoinsaturados, poliinsaturados, saturados e trans.

Fonte:

http://www.qmc.ufsc.br/qmcweb/artigos/colesterol.html

http://www.sanavita.com.br/