Menu
Astronautas reciclam cocô!

A vida no espaço, todos sabem, não permite muitos dos confortos e regalias que dispomos aqui na superfície. Mas a solução encontrada pela ESA (European Space Agency) pode vir a chocar os mais liberais astronautas: uma máquina que transforma as fezes dos astronautas em comida, água e oxigênio.

Chamado carinhosamente de MELISSA (Micro-Ecological Life Support Alternative), este sistema poderia tornar possível longas viagens espaciais, como uma round-trip Terra-Marte. Também pode vir a ser muito útil em futuras instalações humanas em outros planetas.

Esta máquina é, na verdade, um micro-ecosistema. Tão logo as fezes são adicionadas a um dos modulos da MELISSA, um processo químico de fermentação inicia. Todo o "esterco" é convertido em uma rica biomassa, que serve para alimentar os seres de outro módulo da máquina: plantas e algas. Estas irão produzir oxigênio, água e alimento para os astronautas. Na fase inicial de testes, os astronautas foram substituidos por ratos, que parecem não reclamar da origem de sua fonte de alimentos.

Efeitos Globais do Bife Brasileiro